Rádio 96 FM

OPINIÃO

MARCOS FEIJÓ



Radiojornalista
Marcos Roberto Andriatta Feijó, 50 anos de idade - Natural: Porto Alegre. Radiojornalista (curso superior sequencial/UNC Concórdia) 32 anos de profissão. Narrador esportivo




TÔ FORA!

Mas valorizo quem tá dentro ou quer entrar!
Adicionado em 03/11/2020 às 13:20:35

Na boa! Eu não conseguiria ser prefeito. Primeiro por motivo de saúde: sou ansioso, tenho meus TOCs e não lidaria nada bem com demoras da burocracia. Também não conseguiria ver pessoas com seus problemas reais na cidade onde eu seria o responsável. Segundo por essa questão da Responsabilidade Fiscal. Trata-se de um dispositivo necessário, porém é um mecanismo que engessa, que causa comodismos.

Assim, parabenizo aos que se candidatam, recandidatam, enfim, se colocam à disposição.  Se a sociedade fosse “pegadora” (aqui não escrevo sobre municípios específicos), se os políticos pensadores fossem parceiros depois do pleito em prol da sua localidade, tudo teria fatores facilitadores.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

19

Jan
Marcos Feijó

Deixe um recado!

Sinal de celular horrível em pontos da nossa região. O que mais ouvimos de autoridades, honoráveis políticos, é que Concórdia, Chapecó e Joaçaba são exemplos e importantes na economia do Estado, Brasil e mundo. É verdade. Mas então se mexam e deem...

Leia mais

12

Jan
Marcos Feijó

É ruim, mas estabilizado

Dizer que temos poucos assassinatos na região é virar às costas aos que aconteceram, não lembrar do sofrimento das famílias, mas realmente, contando 16 municípios(antiga Amauc na totalidade),  “somente” 6 homicídios em 2020: temos que erguer os...

Leia mais

05

Jan
Marcos Feijó

​Canta alto, Galo

Quarta, dia 13,  rola a bola. O Concórdia Atlético Clube tentará, através da Copa Santa Catarina, competição curtíssima, vaga à Copa do Brasil. E depois, dia 24 de fevereiro, o bicho pega no Catarinense e a estreia será contra A Chapecoense em...

Leia mais

29

Dez
Marcos Feijó

​PAREMOS PARA PENSAR!

Não é intenção minha assustar. Eu já estou assustado. É que, pra mim, se trata de algo possível, real: um vírus, uma super pandemia, acaba com todos ou quase todos. Paremos para refletir o seguinte: este, o corona, está assustador, matador, autor de...

Leia mais

22

Dez
Marcos Feijó

É relativo desgraçar 2020

Está acabando 2020 e nunca uma troca de ano será ou passará tão despercebida. Tá tudo emendando e temos que pensar assim: os trabalhadores da saúde, linha de frente, por exemplo, estarão em quatro paredes seguindo um esforço e um cansaço sem fim. E a...

Leia mais