ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




BLOG DOS COLUNISTAS

Radiojornalista
Jornalista
Repórter Polícial
Jornalista

EDERSON VILAS BOAS


Jornalista
Éderson Carpeggiani Villas Bôas
Jornalista formado pela UnC Concórdia em 2007
Repórter do Departamento de Jornalismo da Rádio Rural
Repórter Esportivo da Rádio Rural
Comunicador da Rádio 96 FM



A INVERSÃO DE VALORES DIANTE AS LEIS RETRÓGRADAS DESSE PAÍS (HISTÓRIA REAL)
Adicionado em 05/04/2017 às 09:28:09

TRISTE é pessoas trabalhadoras chegarem em casa e ver a PORTA DA FRENTE arrombada e as coisas que foram conquistadas, com o TRABALHO diário, serem furtadas;

TRISTE é ter o seu lar invadido, a sua história roubada por pessoas que NÃO TEM vontade alguma de viver em sociedade;

Mais TRISTE ainda é ter que abrir a janela, com GRADES e se sentir preso em sua própria casa, enquanto quem deveria estar, atrás das grades, está solto e arrombando, daqui a pouco, outra residência. Hoje, só as janelas têm grade, mas amanhã a porta também terá, pra não ter ela arrombada novamente;

TRISTE é saber que na audiência de custódia a Vossa Excelência é obrigada a pedir para o “COITADINHO” se ele foi agredido pela Polícia Militar ou pelo proprietário da residência que ele invadiu. Mas Vossa Excelência poderia ouvir também a criança de sete anos, que teve a MOCHILA furtada, do quarto dela, pra que fosse usada pra levar os produtos furtados, pra saber se ela foi agredida, pelo menos moralmente. Ou a Vossa Excelência poderia ouvir o proprietário da residência que teve o computador, com todas as fotos dos filhos, desde que nasceram, furtado;

TRISTE é ouvir dos DIREITOS HUMANOS que o “COITADINHO” é: “só mais uma vítima de uma sociedade que não dá chance para quem nasceu pobre”! Será? Também não nasci rico e continuo não sendo, mas TRABALHO pra ter as coisas. Mas, as “VÍTIMAS” da sociedade não tem vontade alguma de TRABALHAR, e olha que vaga no mercado tem.

TRISTE é ver os Policiais Militares tendo que atender uma ocorrência de furto e, mesmo com vontade de fazer algo, saber que nada pode ser feito naquele momento, a não ser o Boletim de Ocorrência. E, mesmo que prendam os arrombadores, logo estarão soltos e praticando este tipo de crime novamente.

Porque assim é a realidade. O TRABALHADOR tem que deixar de trabalhar pra ficar em casa, para que não tenha as suas coisas furtadas outra vez. Enquanto quem rouba, furta, está na rua e, com o tênis e a camisa que furtou de dentro de casa.

Mas vamos lá! Já amanheceu e é dia de trabalhar novamente. Mas antes vamos rezar pra que não chegamos, no final da tarde, em casa, e ela esteja arrombada novamente. Porque se depender DE NOSSAS LEIS a gente não vive.

Obs: A casa invadida ontem, no bairro Flamengo, não foi a minha, foi a do meu irmão e de lá levaram roupas, tênis, Televisor, máquina fotográfica, notebook, ferramentas, mochila. Se alguém lhe oferecer produtos não compre, avise a Polícia.

01 COMENTÁRIO - Deixe também o seu Comentário


Patricia witworth comentou em 20/12/2017 as 22:54:02

Estou escrevendo isso com alegria e felicidade em meu coração, eu estava curado de herpes por um grande homem. no começo eu pensei que estava prestes a ser enganado, então ele me tranquilizou tudo vai ficar bem se eu aderi estritamente às suas palavras e instruções. Eu vivo em NYC e eu fui diagnosticado com HSV1 e 2 3 anos para trás. Eu olhei para qualquer solução possível, mas todos sem sucesso. até que entrei em contacto com o Dr. okigbochie, ele salvou-me a vida e delievered-me da doença. Voc




© - Ideia Good - Soluções para Internet