Rádio 96 FM

OPINIÃO

SIMONE VIEIRA



Jornalista
Formada em Comunicação Social - Radialismo (Unoesc/Joaçaba). Formada em Jornalismo (UnC/Concórdia). Pós-Graduada em Análise, Escritura e Reescritura Textual (URI/Erechim). Pós-graduada em Marketing e Vendas pela FACC. Formada em Direito pela FACC.




Já sabe quanto você pagará de alíquota de previdência em 2020 ?

A partir de março de 2020 servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada pagarão novas alíquotas por faixas salariais
Adicionado em 20/11/2019 às 09:11:37

A partir de março de 2020, o trabalhador da iniciativa pública ou privada terá de pagar novas alíquotas de contribuição da Previdência Social. Conforme a Agência Senado, a Emenda Constitucional 103 institui novas alíquotas de contribuição para a Previdência, além da exigência de idade mínima para que homens e mulheres se aposentem. 

As novas regras entram em vigor imediatamente, exceto para alguns pontos específicos, que valerão a partir de 1º de março de 2020. É o caso, por exemplo, das novas alíquotas de contribuição que começarão a ser aplicadas sobre o salário de março, que em geral é pago em abril. 

Quem recebe até um salário mínimo, a alíquota será de 7,5%, quem recebe até R$ 2 mil reais a alíquota será de 9%, quem recebe até R$ 3 mil pagará 12%, quem recebe entre R$ 3 mil e o teto do Regime Geral de Previdência Social pagará 14% de alíquota. 

Como é hoje para os trabalhadores do Regime Geral de Previdência Social

- Até R$ 1.751,81: 8%
- Até R$ 2.919,72: 9%
- Até R$ 5.839,45: 11%

Novas contribuições de trabalhadores e servidores públicos é aplicada de acordo com o salário recebido 

- Até um salário mínimo: 7,5% 
- Mais de um salário mínimo até R$ 2 mil: 9% 
- De R$ 2.000,01 a R$ 3 mil: 12% 
- De R$ 3.000,01 a R$ 5.839,45 (teto do INSS): 14% 
- De R$ 5.839,46 a R$ 10 mil: 14,5% 
- De R$ 10.0001,00 a R$ 20 mil: 16,5% 
- De R$ 20.000,01 a R$ 39 mil: 19% 
- Acima de R$ 39.000,01: 22% 

As alíquotas serão aplicadas de forma progressiva de acordo com as faixas de salário. Calcule agora quanto você pagará, acesse https://www.servicos.gov.br/calculadora/
 





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

08

Abr
Simone Vieira

Valorize o comércio local e renegocie suas dívidas

Em tempos de pandemia a força de todos fará com que tornemos a convivência em sociedade mais benéfica. Isso inclui fazer o que precisa ser feito pensando na coletividade. Sempre acreditei que o bem que fizemos aos outros, assim como o mal, é...

Leia mais

01

Abr
Simone Vieira

As oportunidades que uma crise oferece

As crises são cíclicas e é nessas horas que conhecemos as empresas que possuem planejamento estratégico, das que não têm. Definir os cenários futuros de uma empresa evita navegar sem rumo no mercado. É fazer com que todos saibam a direção a ser...

Leia mais

25

Mar
Simone Vieira

O QUE TEMOS DE MAIS PRECIOSO?

Nestes tempos de confinamento, restrições, insegurança, notícias preocupantes, somos forçados a parar para valorizar coisas que muitas vezes não damos importância.  O aperto de mão, um abraço nos mais íntimos, a liberdade de ir e vir. Só quando...

Leia mais

11

Mar
Simone Vieira

Estabilidade da gestante e licença-maternidade

De acordo com o artigo 373-A, inciso II da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), negar vaga de emprego a uma mulher que descobre estar grávida nos exames admissionais é atitude discriminatória. A Lei 9.029/95 também lista como crime por prática...

Leia mais

26

Fev
Simone Vieira

Operações financeiras mais baratas

O Banco Central (BC) lançou o sistema de pagamento eletrônico Pix, que permitirá transações como transferências e pagamentos, incluindo de contas, em até dez segundos. Os bancos e instituições financeiras com mais de 500 mil clientes deverão se...

Leia mais