ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




NOTÍCIAS


CONCÓRDIA

Fechamento do BB é assunto na Câmara
Moção a ser encaminhada.


Por Marcos Feijó
Em 10/02/2017 - 08h09 - Atualizada em 11/02/2017 - 08:33


vereador Edno Gonçalves

Desde o dia 20 de janeiro quando a agência do Banco do Brasil da rua Marechal Deodoro, fechou as portas em Concórdia, os clientes têm enfrentados sérios problemas de atendimento. Filas, caixas eletrônicos com problemas, além de sobrecarregar os servidores do banco. É com o objetivo de oferecer atendimento adequado para os clientes, além de ambiente saudável para os trabalhadores da agencia da Rua do Comércio é que o vereador do PDT, Edno Gonçalves (FOTO), com apoio dos outros 12 vereadores está enviando uma moção para o gerente local e também para responsáveis superiores do Banco do Brasil.
Ele teve apoio do vereador Mauro Fretta (PSDB), que também é bancário. “Nós vamos levar a sua posição para o sindicato dos bancários. A pressão nesta categoria é muito grande, principalmente quando se envolve a questão do assédio moral.

Sabemos que as máquinas podem ajudar, mas é preciso o ser pensante, o ser humano, por trás de todo o processo”, disse.
Evandro Pegoraro (PT) destacou que a Câmara havia encaminhado pedido no ano passado para que a agência não fosse fechada. Para ele, a justificativa de prejuízo não convence, já que balanços mostram lucros milionários do Banco do Brasil. “Este enxugamento é uma forma do governo preparar o banco para a privatização”, projetou.

Para Closmar Zagonel (PMDB) os consumidores devem registrar as reclamações no Procon. Principalmente quando o banco não respeitar o tempo de espera previsto em lei. Ainda em 2003, os vereadores aprovaram a lei número 3.452     que estabelece o prazo máximo de 30 minutos de espera na fila. (Divaléia Casagrande)


Fonte: Assessoria Comunicação




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






© - Ideia Good - Soluções para Internet