ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}




NOTÍCIAS


REGIÃO

Movimento "O sul é meu país" terá encontro na região
Evento regional será realizado neste sábado em Tangará.


Por Luan de Bortoli
Em 17/02/2017 - 08h02 - Atualizada em 18/02/2017 - 08:14



Com o objetivo de continuar divulgando e deixar o assunto sempre em voga, será realizado amanhã, sábado, dia 18, em Tangará, um encontro regional para o Meio-Oeste catarinense do movimento separatista “O Sul é o Meu País”. O evento deve reunir moradores de várias cidades da região de Joaçaba e também de Concórdia. O município fica distante cerca de 116 KM de Concórdia.

O encontro será no salão paroquial do município e contará com a presença do presidente do movimento, Celso Deucher, da coordenadora do movimento em Santa Catarina, Sandra Parma, e também de integrantes do Rio Grande do Sul. O coordenador na microrregião de Joaçaba, Andrei Bonamigo, explicou em entrevista à reportagem da emissora que o encontro vai servir ainda para mostrar mais detalhes do movimento para a população que ainda não o conhece.

Bonamigo ainda destaca que na oportunidade, os organizadores, representantes e simpatizantes do movimento deverão discutir algumas ações a seres realizadas ao longo deste ano, como forma de organizar uma agenda oficial para 2017. “A gente convida toda a população de Concórdia e da região para vir conhecer mais do movimento e se inteirar da proposta”, diz o coordenador, que lembra que o site www.sulivre.org está à disposição para a população que queira conhecer melhor a ideia.

Neste encontro de sábado, os participantes também começam a preparar o próximo Plebisul, que é a consulta popular. Na votação, no dia 1º de outubro do ano passado, cerca de 600 mil pessoas participaram. “A ideia também é estar se organizando para o próximo Plebisul, que estará se realizando no próximo dia 7 de outubro, onde toda a população do sul será consultada”, explica. Em Concórdia deverá ter uma urna.

O movimento separatista “O Sul é o Meu País” nasceu da insatisfação de um grupo do sul do Brasil, que viu na separação dos três estados a saída para resolver uma série de problemas que atinge o país. O movimento tem crescido tanto no Paraná, quando em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e ganhado vários adeptos. No entanto, há uma grande corrente que é contra a ideia e vê o  projeto não deverá sair do papel.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR






© - Ideia Good - Soluções para Internet