Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Copa

Clima da Copa do Mundo ainda não domina Concórdia e lojas esperam melhoras nas vendas para esta semana

Levantamento apontou que vendas relacionadas à competição são baixas.

Por Luan de Bortoli
18/06/2018 às 07h46 | Atualizada em 18/06/2018 - 14h40

Outrora tradicionais, o verde, amarelo e azul ainda não ganharam as ruas do país. Em Concórdia, as cores do Brasil também seguem guardadas. A própria população diz não estar, pelo menos até o momento, entusiasmado com a Copa do Mundo 2018. O clima da competição ainda não dominou as pessoas e isso também já se reflete no comércio local, que vê no período uma forma de incremento nas vendas.

Um levantamento realizado pela reportagem da emissora, em cinco estabelecimentos especializados em artigos esportivos, mostra que o clima ainda não está igual aos demais anos. Os proprietários dos estabelecimentos disseram que as vendas estão fracas. Os principais produtos que mais tem saído são camisetas do Brasil. Mas, ainda assim, a quantidade é inferior a edições passadas. Um dos proprietários, no entanto, disse que não dá pra comparar com 2014, já que a Copa foi no Brasil.

Algumas das lojas são apenas especializadas em camisetas da seleção e de algumas equipes de outros países, que também ainda não vendem muito. Mas a maioria também trabalha com bolas, bandeiras e até chuteiras. Estes itens também ainda não tem saído muito. Uma rápida exceção pode ser considerada a venda de bandeiras, que saíram mais do que os demais produtos. 

Mas essa situação pode mudar a partir desta semana. A previsão dos empresários é que agora, com a realização do primeiro jogo do Brasil, que ocorreu ontem, contra a Suíça, as vendas melhorem. Eles dizem que o normal é que o clima da Copa aumente após o início da competição. E se a seleção brasileira se mantiver firme durante os primeiros jogos, as vendas tendem a ficar ainda melhores, fazendo a alegria dos comerciantes do município.

Conforme a CDL, outros setores também devem aproveitar a competição. Lojas de diversão e souvenirs já vendem bandeiras e outros produtos alusivos à Copa. Bares e lanchonetes devem aproveitar os jogos do Brasil para exibir a disputa, atrair torcedores e vender mais. Supermercados e lojas de eletrônicos também apostam em promoções especiais para melhorar as vendas durante a Copa.

De acordo com uma pesquisa realizada em todas as capitais pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) projeta-se que aproximadamente 60 milhões de consumidores devem realizar gastos com produtos ou serviços relacionados à Copa do Mundo. O dado corresponde a 51% dos consumidores que acompanharão aos jogos do campeonato. Os que não devem consumir produtos ligados à Copa formam 25% dos torcedores entrevistados. 





02 COMENTÁRIOS - Deixe também o seu Comentário



Nore comentou em 18/06/2018 as 09:21:18
Mas também, enquanto na internet tá 250 reais a camiseta oficial, nas lojas de Concórdia está 360.. aí não dá né



PAULO comentou em 18/06/2018 as 10:54:22
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk




VEJA TAMBÉM