Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Economia

Trabalhadores da BRF aprovam reajuste salarial

Aprovação contempla outros benefícios.

Por Marcos Feijó
05/08/2019 às 13h25 | Atualizada em 06/08/2019 - 09h34

Os trabalhadores(as) da empresa BRF aprovaram, através de votação secreta, a proposta de reajuste salarial. A Assembleia foi realizada na última sexta-feira, dia 02, no rol de entrada da empresa. O resultado da assembleia foi: Sim: 89,5%; Não: 10% e Brancos e Nulos: 0,5%. O total de votantes foram 2.250 pessoas.

“A votação secreta, independentemente do local onde é realizada, permite que o trabalhador expresse a sua real vontade. De todas as negociações da BRF, essa foi a que apresentou o maior percentual de votação”, informa a direção do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Concórdia e Região (Sintrial).


O reajuste que será repassado no fechamento da folha de pagamento deste mês, será retroativo a maio e contempla:


*Reajuste: 5,07% (100% da inflação);

*Pisos:  contratação: R$ 1.234,50 e efetivação: R$1.290,00;

* Auxílio creche (a partir de maio 2020): 5% do piso salarial de efetivação (terão direito: mães, pais viúvos ou com guarda judicial, a partir do retorno da licença maternidade ao trabalho, incluindo o período de férias, até a criança completar 2 anos;

*Quinquênio: 5 benefícios de 3% com aumento no teto de R$ 2.200,00;

*Créditos no cartão: 3 de R$ 175,00 (maio a julho), + 5 de R$ 180,00 (agosto a dezembro) + 4 de R$ 190,00 (janeiro a abril de 2020). A participação do trabalhador nesses valores permanece os R$ 10,00;

* Aporte no cartão alimentação: 3 de R$ 100,00, considerando que, o funcionário perde em caso de faltas injustificadas, pagos nas datas: 20/12/2019, 20/02/2020 e 20/04/2020;

* Kit produto BRF: R$ 50,00, pago na Páscoa para quem recebeu os 3 aportes;

* 12 minutos por dia de troca de uniforme pagos em folha de pagamento + 2 dias de folga, sendo os dias 24 e 31/12/2019. Para o setor de manutenção, a folga será de 1 dia;

* Entrega do atestado médico passando de 36h, para 48h;

* Licença maternidade permanecem os 180 dias e paternidade de 20 dias conforme acordo anterior;

* As rescisões de Contrato serão realizadas no sindicato apenas para os trabalhadores associados, independentemente do tempo de serviço;

* Renovação das demais cláusulas existentes no Acordo Coletivo anterior;



“O cenário das negociações salariais em nível de Brasil não é muito favorável e nós conseguimos garantir os direitos já conquistados e ampliamos algumas cláusulas em relação ao acordo do ano passado. Estamos nos empenhando para representar bem o trabalhador que nos apoia, em especial os nossos associados”, afirma a direção.


Fonte: SINTRIAL





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM