Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Concórdia

Área Azul: vencedora da licitação é desclassificada

A desclassificação ocorreu porque a empresa não apresentava uma série de itens na planilha entregue à administração.

Por Luan de Bortoli
13/08/2019 às 16h24 | Atualizada em 14/08/2019 - 14h10


Uma pequena reviravolta no processo licitatório para a escolha da nova controladora do estacionamento rotativo de Concórdia. A empresa vencedora do certame, anunciada na semana passada, BR Parking Estacionamentos LTDA, foi desclassificada. A empresa havia sido a primeira colocada de um total de cinco interessadas na licitação. A segunda colocada já foi acionada.

Conforme informações levantadas pelo jornalismo da emissora, a desclassificação da BR Parking ocorreu na semana passada, após reunião entre a Comissão de Licitação e equipe técnica responsável pela análise das planilhas. A desclassificação ocorreu porque a empresa não apresentava uma série de itens na planilha entregue à administração. Os dados foram analisados por essa equipe, quando se chegou à conclusão da falta de informações.

Entre os fatores que culminaram na desclassificação estão itens como falta de informação sobre segurança do trabalho, placas informativas de pontos de venda, e cursos e treinamento, entre outros. Estes itens estavam presentes como exigência do edital. Diante da situação, a empresa foi desclassificada.

A empresa que agora assumiu o lugar da BR Parking é a É Só Parar Tecnologia em Estacionamentos, da cidade de Itu, em São Paulo, com proposta de 78% do lucro mensal. A empresa atua no ramo em duas cidades, sendo Xaxim, em Santa Catarina, e Frederico Wetsphalen, no Rio Grande do Sul. A sessão ocorrida nesta terça-feira foi suspensa para análise da planilha desta nova empresa, o que deverá ocorrer na quarta-feira.

Com isso, o processo passa por uma pequena regressão. Aguarda-se a análise da planilha para somente então, declarar a empresa É Só Parar Tecnologia classificada, seguindo da abertura dos prazos recursais de cinco dias. Caso não haja problemas neste prazo e vencida a etapa de habilitação, a empresa será homologada como a nova controladora do sistema e terá 30 dias para iniciar as atividades em Concórdia.





01 COMENTÁRIO - Deixe também o seu Comentário



Gege comentou em 13/08/2019 as 17:16:56
É muito difícil para uma empresa gerenciadora da área azul se manter, pagando um valor tão alto para a prefeitura. Já tivemos vários exemplos.
A Área azul só dará certo o dia em que a prefeitura municipal de Concórdia assumir o serviço, justamente por não precisar pagar esta taxa, e assim, até podendo fazer um valor mais baixo pelos cartões.




VEJA TAMBÉM