Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Polícia

Suspeito de esfaquear mulher em Concórdia se apresenta à polícia

O crime aconteceu na noite da última terça-feira, centro de Concórdia.

Por Luan de Bortoli
06/02/2020 às 20h03 | Atualizada em 07/02/2020 - 11h30


O suspeito de desferir diversos golpes de faca em Ingra de Vargas se apresentou à Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) na tarde desta quinta-feira, dia 06, conforme o advogado dele. O crime aconteceu na noite da última terça-feira, dia 04, na Rua do Comércio, centro de Concórdia.

Conforme informações, ele se apresentou com o advogado dois dias depois do acontecimento. Com isso, passou o tempo de flagrância e a tendência é que o depoimento dele tenha sido colhido. Um inquérito do feminicídio foi aberto e é presidido pela delegada Ediana Grenzel Person. Ele não está livre, mas não significa que responderá pelo crime em liberdade conforme Ediana. 

A delegada conversou com populares em frente à delegacia. Um pedido de uma prisão preventiva ou temporário deverá ser feito, mas para isso é necessário reunir elementos para serem apresentados ao juiz, que vai expedir ou não a ordem. Entre estes elementos, quem de fato é o provável autor e a circunstância do crime.

Aos populares, ela explicou que não pode dar mais detalhes pois as informações podem atrapalhar as investigações e também por conta da legislação, que não permite. Ela também pediu que eles acreditem no trabalho que a polícia está fazendo.

Ingra recebeu mais de 20 facadas na noite da terça-feira, na Rua do Comércio, centro de Concórdia. A situação era bastante grave e ela foi conduzida com urgência ao Hospital São Francisco. Agora, ela segue internada na Unidade de Terapia Intensiva. Apesar de grave, situação é estável. 

INFORMAÇÕES SENDO AUTALIZADAS

saiba mais

+Vítima de esfaqueamento está na UTI do Hospital São Francisco
+Grupo faz ato no centro de Concórdia contra tentativa de feminicídio
+Amiga conta que vítima de esfaqueamento já recebia ameaças
+Delegada fala sobre abertura de inquérito da tentativa de feminicídio no centro de Concórdia

Fonte: Colaboração: Ederson Vilas Boas e Marcos Feijó






01 COMENTÁRIO - Deixe também o seu Comentário



Onesimo Gasperini comentou em 06/02/2020 as 21:09:45
Com as leis do nosso país ele se safara tranqüilamente pois passou o flagrante enquanto isso ela corre o risco de vida só no Brasil mesmo.




VEJA TAMBÉM