Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Concórdia

Agricultura investe alto em novidades e apresenta drone que substitui ação humana

A agricultura é um dos setores com maior presença dentro do Tecnoeste 2020.

Por Luan de Bortoli
19/02/2020 às 14h36 | Atualizada em 19/02/2020 - 15h25


A agricultura é um dos setores com maior presença dentro do Tecnoeste 2020. Abrançando diversas culturas, a atividade foca em diversas frentes para auxiliar o produtor a ter um melhor resultado no seu trabalho no campo. Entre os destaques, as sementes com biotecnolgia e as pastagens voltadas para o período do inverno.

O coordenador da comissão de agricultura, Paulo Rogério Faustino Pereira, destaca que o Tecnoeste é uma vitrine para toda a região. "É uma grande viritrine e serve para verificar toda tecnologia à disposição do produtor. O papel é fazer essa ponte de toda pesquisa entre as empresas, cooperativa, junto ao produtor. A cada ano o produtor vem buscando, está mais interessado em relação a tecnologa.

O coordenador ressalta que um dos focos do setor é no solo. "Temos toda parte de sementes de milho, soja, com biotecnologia, também as pastagem de verão, mas também preparadas com as pastagens de inverno. Há empresas especializadas em fertilizantes. A gente precisa cada vez mais fomentar essa importância ao solo, esse equilibrio com os nutrientes".

"A agricultura é constantemente renovada, é uma busca constante por tecnologia, isso é uma ferramenta a mais. Mas o produtor vindo ao Tecnoeste e o dia dia do produtor com a tecnologia no campo se faz nos manejos que a gente ajuda o produtor a implementar na sua área. As boas práticas agrícolas leva o produtor a obter as maiores produtividades".

Na manhã desta quarta-feira, o setor também apresentou uma novidade na aplicação e monitoramento. Trata-se de um drone, que substitui a ação humana para ajudar os agricultores, pontua Roger. "A tecnologia de aplicação vem constantemente inovando, e o drone hoje, na agricultura, serve nao só pra fazer a aplicação de defensivo, mas para controle de pragas e doenças, e tem outros papeis como monitoramento de área, georreferenciamento".

"Então está sendo mais uma tecnolgoia para ajudar o produtor em rápidas decisões. hoje, a gente consegue mostrar que esta tecnolgoia está acessível, não só para áreas grandes, mas o produtor nosso, da região, tem uma tecnologia que esta totalmente disponível. Então, a empresa está mostrando a última geração em pulverização, que nao existe mais bico de pulverização, hoje é feito por atomização, que é muito mais precisa, é totalmente automatizado, não tem intervenção da pessoa".






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM