Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Concórdia

Prefeito de Concórdia decreta redução de salários para direcionar recursos

Salário(subsídio) próprio, do vice, secretários e comissionados.

Por Marcos Feijó
03/04/2020 às 18h12 | Atualizada em 04/04/2020 - 23h39


Diante dos impactos econômicos devido ao isolamento social e pensando em conter despesas para que os recursos sejam direcionados às ações de combate ao Coronavírus, o prefeito Rogério Pacheco assinou nesta tarde de sexta-feira, 3, decreto 6.485, que estabelece a redução do seu próprio salário, do vice-prefeito, secretários e todos os comissionados da Administração Municipal.

A redução do subsídio do prefeito será de 30%. Do vice-prefeito e dos secretários, 20%. Além disso, será reduzido 10% da gratificação de todos os cargos comissionados do atual governo. A medida, inicialmente, tem validade por 60 dias. Segundo o prefeito Pacheco, a decisão foi baseada nos impactos econômicos que o município terá neste período de pandemia, devido as medidas de isolamento social. 

“Estamos em situação de emergência e os casos vem subindo em todo o Brasil. Por isso, é preciso dar exemplo e ser solidário neste momento, para seguir com as ações voltadas ao combate do vírus”, justifica o prefeito.

Fonte: ASSESSORIA





01 COMENTÁRIO - Deixe também o seu Comentário



JOSÉ DILL comentou em 03/04/2020 as 19:04:25
Bela iniciativa. Mas é muito tímida: 10% sobre a gratificação dos comissionados?............... E os vereadores?




VEJA TAMBÉM