Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Educação

Coronavírus: IFC suspende aulas e UNC lança salas virtuais

Medidas tomadas em meio à pandemia da Covid-19.

Por Luan de Bortoli
20/04/2020 às 12h29


Com foco na manutenção plena da rotina pedagógica, a UnC em parceria com o Google Foreducation EdTech lançou a abertura de mais de 100 Salas de Aula Virtuais (Classroom) vinculadas às disciplinas de diversos cursos de graduação.

Segundo a Reitora, Solange Sprandel da Silva, as Salas de Aula Virtual servem para dar suporte ao professor e facilitar a comunicação professor/aluno, possibilitando a postagem de materiais, criação de fóruns e promoção de atividades em um único ambiente. “O nosso desejo é que esta  ferramenta facilite o contato do nosso professor com seus alunos, servindo como importante ambiente para a prática do processo de ensino  e aprendizagem”, avalia.

A parceria entre a UnC e o Google For Education permite que alunos e professores tenham acesso à tecnologia, aliando o ensino tradicional às novas plataformas digitais. Exemplo disso, é o uso do Google Meet e do Hangouts nos momentos de interação, destaca a reitora Solange. 

Em janeiro deste ano, a reitora Solange esteve no evento "Going Google 2020", realizado em São Paulo, apresentando o Case parceria UnC e Google.

IFC suspende calendário 

O Instituto Federal Catarinense suspendeu temporariamente, até o dia 15 de maio, o calendário acadêmico de 2020. A decisão foi tomada pelo Conselho Superior da instituição, em reunião realizada na tarde de quinta-feira (16), após avaliação meticulosa do período de atividades remotas de ensino instituído no dia 26 de março para mitigar os impactos negativos da pandemia de Covid-19 sobre o processo pedagógico.

Os dias de suspensão serão utilizados para revisão, planejamento, desenvolvimento de estratégias de acesso pleno e retomada do trabalho remoto – tarefas que serão desempenhadas por um grupo de trabalho criado exclusivamente para este fim.

Durante o encontro, o Consuper discutiu a adesão e a adaptação dos estudantes às ações remotas, a situação dos alunos que não tiveram acesso às atividades, a necessidade de reavaliação e planejamento da aplicação dos conteúdos e a criação de novas estratégias para abordar a questão. Os mesmos temas haviam sido debatidos pelo comitê de crise criado pelo IFC para tratar da pandemia e também pelo Codir (Colégio de Dirigentes) e pelo Consepe (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão) – instâncias que haviam aconselhado a continuidade das atividades remotas até o dia 15 de maio, para que a avaliação qualitativa da medida pudesse ser realizada mais amplamente.

No entanto, após uma tarde de discussões, e com base na percepção de que é preciso planejar mais profundamente as atividades e buscar uma solução que contemple os estudantes de forma mais abrangente, o Conselho concluiu que a suspensão temporária do calendário seria a solução ideal neste momento.

Ao longo da suspensão do calendário acadêmico, as atividades propostas pelos docentes referentes ao período de 17 de março a 16 de abril poderão ser finalizadas pelos estudantes. Os professores poderão ainda elaborar atividades extracurriculares para os alunos.

A reunião na íntegra, pode ser assistida nos links abaixo. A apresentação do relator, apreciação da matéria e votações referentes ao processo podem ser assistidas na Parte 2 da reunião.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM