Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Concórdia

Parte da obra do Calçadão de Concórdia já está na reta final

Trabalhos já passam dos 50% de execução

Por Luan de Bortoli
29/05/2020 às 06h21 | Atualizada em 29/05/2020 - 12h10


A obra do calçadão de Concórdia prossegue sem maiores problemas em seu cronograma. O trabalho de revitalização no centro da cidade já ultrapassou os 50% de execução conforme as informações repassadas pelo assessor de planejamento, Daniel Faganello. A obra iniciou em janeiro deste ano e tem prazo de conclusão para o mês de outubro.

De acordo com Faganello, neste momento, com mais de uma frente de trabalho, uma das equipes se concentra na parte de finalização do primeiro trecho iniciado, entre as ruas Getulio Vargas e Atalipio Magarinos, com os trabalhos de pavimentação, calçadas e postes para posterior liberação para o uso público. Ao mesmo tempo, seguem os trabalhos no segundo trecho, no largo Rio Branco, que deve levar mais alguns meses para ser concluído.

Ainda conforme o assessor, todo o serviço de infraestrutura inicial já foi realizado, que compreende a retirada de árvores e drenagem pluvial antiga. Também já foram efetuados os trabalhos de nova drenagem pluvial, jardins de chuva, rede de água e rede de esgoto com ligação às unidades consumidoras, com a retirada de fossas antigas do espaço público, além de implantação de toda a infraestrutura de serviços de telecomunicações (internet, telefone) , parte elétrica subterrânea e as ligações aos edifícios.

O Calçadão está com as vias bloqueadas e o trânsito interrompido, necessitando de atenção nas vias centrais. Recentemente, também foi retirada toda a estrutura dos Quiosques do local e levada para a Garagem da Prefeitura. Ela passará por uma análise para verificar se poderá ser usada no futuro em um novo espaço.

A revitalização do Calçadão promete oferecer um espaço moderno e inovador, aproximando pedestres, ciclistas e motoristas. Orçada em aproximadamente R$ 4 milhões, sendo parte do recurso do programa Avançar Cidades e outra da COSIP - Contribuição para o Custeio dos Serviços de Iluminação Pública, a obra contará com toda a estrutura elétrica (iluminação, energia e telecomunicação) subterrânea.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM