Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Concórdia

BRF atualiza dados de testagem em Concórdia

"Empresa está atenta à evolução da pandemia e aos aprendizados".

Por Luan de Bortoli
29/05/2020 às 06h40 | Atualizada em 29/05/2020 - 20h01


A testagem em massa dos colaboradores das unidades da BRF em Concórdia (SC) e em Lajeado (RS) apontou presença do vírus em menos de 1% dos trabalhadores na planta catarinense (0,86%) e em 3,23% na gaúcha, após resultados do exame específico de Covid-19, o RT-PCR. Dos 5.325 testados em Concórdia, 46 foram confirmados positivos pelo RT-PCR até o momento. Dos 2.759 testados em Lajeado, 89. Em ambas as unidades, os profissionais com diagnóstico positivo para Covid-19 já estavam afastados de maneira preventiva e seguem monitorados. Confrontado com os resultados de testes rápidos inicialmente aplicados, e que detectam também outros tipos de doenças respiratórias, o RT-PCR aponta uma queda entre 82% e 90% no número de positivos.
Pequenas variações no número final de Concórdia podem ocorrer no percentual, porque ainda se espera o resultado de cerca de 50 testes de RT-PCR, mas em ambas as unidades, quando levados ao exame RT-PCR, referência internacional para o controle da pandemia e protocolo da Anvisa, 8 em cada 10 casos apontados como positivo no teste rápido são negativos para o vírus. 

A BRF esclarece que o positivo em exame de RT-PCR não significa que o profissional estivesse disseminando a doença, até porque a empresa, desde o início da pandemia, adota uma série de iniciativas para prevenir e conter contágio. As ações, inclusive, incluem busca ativa para conferir se familiares e colegas de trabalho contraíram o vírus. Além disso, quando surgem sintomas suspeitos, a empresa não espera a aplicação do teste rápido para fazer o RT-PCR, de forma a reduzir risco de contaminação.

A Companhia tem utilizado as testagens como meio de ser mais assertiva em suas medidas protetivas. Desde o início da pandemia, a BRF vem atuando preventivamente, com o duplo objetivo de preservar a saúde de seus colaboradores, de seus familiares e das pessoas de seu contexto operacional, e também manter as operações, para garantir que os alimentos continuem chegando à mesa das pessoas, neste momento tão desafiador para todos. A empresa já implementou de forma proativa uma série de ações protetivas em todas as suas operações, contando com um Comitê Permanente de Acompanhamento Multidisciplinar, composto por executivos e especialistas, como o infectologista Esper Kallas, além da consultoria do Hospital Israelita Albert Einstein. Inclusive, foi a primeira em seu setor a assinar de forma voluntária um compromisso junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT), em nível nacional, que endossa práticas de proteção aos colaboradores que já vinham sendo adotadas
.
A BRF está atenta à evolução da pandemia e aos aprendizados em todo o mundo, para implementar com velocidade todas as medidas necessárias para preservar a saúde das pessoas envolvidas em seu contexto operacional. Entre as iniciativas adotadas estão uso obrigatório de máscaras e demais EPIs recomendados para proteção contra a Covid-19, distanciamento mínimo entre funcionários, medição de temperatura nas entradas das unidades, limite de 50% da capacidade de trabalhadores nos veículos fretados, afastamento de colaboradores do grupo de risco e casos suspeitos, busca ativa de potencial contaminação, reforço de higienização em diversas áreas e nos veículos de transporte, aplicação de testes para diagnóstico da Covid-19, vacinação contra gripe e atendimento médico 24 horas sete dias por semana. A Companhia reforça que está muito segura do cumprimento efetivo de todas as medidas protetivas e protocolos indicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e Ministério da Saúde. 

O colaborador afastado não tem nenhum prejuízo financeiro durante o período que permanece fora da empresa. Ele só será liberado para trabalhar após uma nova avaliação do médico da empresa. Se necessários exames adicionais, estes serão realizados, e o trabalhador permanecerá afastado até que esteja clinicamente apto para o retorno.

A empresa cumpre todos os decretos municipais e estaduais, como também o compromisso nacional firmado junto ao Ministério Público do Trabalho, nos quais estão descritos as práticas e condicionantes que garantem pontos fundamentais na prevenção à Covid-19. A BRF também intensificou, desde o início do surto, a comunicação das medidas protetivas e pede a todos os seus colaboradores que sigam as orientações de saúde das autoridades dentro e fora do ambiente profissional.
 

Fonte: BRF





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM