Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Economia

JBS faz proposta "definitiva" e trabalhadores decidirão se aceitam ou não

Terceiro encontro não chegou ao reajuste proposta pela equipe de negociação do Sintrial.

Por Ederson Vilas Boas
18/09/2020 às 06h00 | Atualizada em 18/09/2020 - 05h46

Chegado ao final da 3° rodada de negociação salarial entre o SINTRIAL e a JBS de Ipumirim, na tarde desta quinta-feira (17), a empresa sinalizou por uma proposta final, não tendo mais margens pra evoluir. Com isso, o SINTRIAL entendeu que agora está nas mãos dos trabalhadores a decisão de aceitar ou recusar a proposta.

Depois de 3 reuniões a proposta que irá para votação dos trabalhadores da JBS de Ipumirim é a seguinte:
- Reajuste INPC ( 2,35% );
- Piso inicial: R$ 1.233,78;
- Piso de Efetivação após 90 dias: R$ 1.331,00;
- Aumento no teto do quinquênio em 2,35% ( INPC );
- 12 Cestas de produtos no valor de R$ 100,00 cada, tendo um reajuste de 5,3%;
- PPR R$ 1.000,00 tendo um  reajuste de 11,11%;
- E renovação das demais cláusulas sociais conforme acordo coletivo anterior.

A proposta feita pela equipe de negociação do SINTRIAL tinha um pedido maior de reajuste de 2,5% e 12 Cestas no valor de R$ 100,00 cada. Já o PPR teve concordância de R$ 1.000,00, o Piso de contratação teve acerto entre as partes, assim como o Teto do Quinquênio e a Renovação das cláusulas sociais.

Segundo o presidente do SINTRIAL, Jair Baller, nos próximos dias o sindicato encaminhará um link para que os trabalhadores façam o cadastro e possam dar sua opinião. A forma como vai funcionar a votação será repassado quando o sistema estiver pronto para iniciar.

Lembrando que a proposta é retroativo ao mês de julho, caso for aprovado pelos trabalhadores, será pago as diferenças.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM