Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Geral

IML demora mais de 12 horas para retirar corpo de idoso em Concórdia

Profissional veio da cidade de Chapecó, nesta manhã. Morte teria sido por causas naturais.

Por Ederson Vilas Boas
16/10/2020 às 08h06 | Atualizada em 17/10/2020 - 07h22


Familiares e amigos de um idoso de 77 anos, que faleceu na tarde de ontem em Concórdia, procurou a Rádio Rural/96 para relatar a demora do Instituto Médico Legal em atender a ocorrência. Foram mais de 12 horas até o o profissional comparecer na residência da vítima, no Edifício Artifon, no centro do município. Segundo informações do IGP de Concórdia, o município está sem auxiliar de necropsia, que tem de vir de Chapecó. As duas profissionais lotadas na repartição estariam afastadas por atestado médico.

Segundo mensagem encaminhada para o departamento de jornalismo, o homem morava sozinho e foi encontrado pela filha, nesta quinta-feira, por volta das 16 horas. A família conta que por volta das 17 horas, após receber orientações, ligou para o IGP e, somente na manhã desta sexta-feira, por volta das 7 horas o corpo foi retirado do local e levado para o IML.

Conforme os familiares, o profissional do IGP que atendeu o idoso, confirmou a morte por causas naturais, possivelmente uma parada cardíaca, já que o senhor de 77 anos tinha problemas cardíacos. O mesmo residia sozinho no apartamento.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM