Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Geral

Levantamento aponta que maior parte do comércio já superou crise em Concórdia

Quase todos os empresários ouvidos foram afetados pela crise causada pela pandemia.

Por Luan de Bortoli
22/10/2020 às 06h12 | Atualizada em 22/10/2020 - 06h47


Demissões, férias, encerramento de atividades, diminuição dos vencimentos. Essa foi a realidade do comércio em todo o país nos últimos meses, reflexo da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. Isso ocorreu logo depois de o Brasil se recuperar de uma outra recessão na economia, que ocorreu em 2015 e só foi superada de fato no ano passado.

Mas diferente do que ocorreu daquela vez, parece que neste momento a recuperação foi mais rápida. Em nível nacional, embora com números ainda distantes do ideal, diversos indicadores revelam que já existe uma melhora tanto no comércio, como na indústria – setor que sofreu menor impacto e se recuperou mais rapidamente da fase ruim. E essa realidade também ocorre localmente.

Conforme um levantamento realizado pela reportagem da emissora com um grupo de empresários de Concórdia, o município já vive uma fase de recuperação e entusiasmo em relação à economia. Um questionário com perguntas referentes à crise, se ela afetou ou não o negócio do entrevistado, e como a empresa está hoje, foi enviado a um grupo. Mais de 70% superou a fase mais forte da crise.

De acordo com o levantamento – que é uma pesquisa sem valor científico –, respondendo à primeira questão, 82,4% dos empresários disseram terem sido afetados pela crise, enquanto que os outros 17,6% informaram que não sentiram os efeitos da turbulenta fase por que passou o país nos últimos meses. Pelo menos 17 pessoas responderam às indagações da reportagem.



Para aqueles que foram atingidos pela crise, uma outra pergunta foi realizada, indagando se o entrevistado, considerando o período da crise entre abril e setembro, já via alguma melhora na economia e nas vendas de seu negócio ou ainda não. A maioria informou que já vive um momento de recuperação ou que até já superou o momento ruim.

Detalhadamente, 40% disseram que a crise não passou totalmente, mas as vendas tiveram uma melhora significativa em relação aos meses anteriores. 33,3% afirmaram que a crise já foi superada e as vendas voltaram ao mesmo volume anterior ao mês de abril. Já 13,3% informaram que melhorou, mas ainda é pouco, enquanto que outros 13,3% ainda sentem os reflexos da crise.



Os empresários ouvidos no levantamento atuam nos mais variados negócios, como financiamento, oficina mecânica, alimentação, vestuário, comunicação e marketing, entre outros.

 





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM