Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Coronavírus

Alto Uruguai volta para classificação de risco grave, confirma o Estado

SC tem 13 regiões gravíssimas e três, graves.

25/11/2020 às 07h08 | Atualizada em 26/11/2020 - 07h03


O Alto Uruguai Catarinense voltará para a classificação de risco grave no mapa de risco de Santa Catarina. A informação foi confirmada por documento divulgado no fim da noite de terça-feira, dia 24, pela Central de Operações de Emergência em Saúde (Coes), órgão da Secretaria de Estado da Saúde.

Com isso, a Amauc deixa a classificação gravíssima/vermelha, e ficará na cor laranja. A região havia voltado para a pior avaliação na semana passada, confirmando uma previsão de piora na situação da doença. A informação também já foi confirmada pela secretária municipal de saúde, Grace Simioni Menegat, e passa a valer nos próximos dias.

De acordo com o documento, o Alto Uruguai apresentou melhora em quase todos os critérios avaliativos que definem a classficação. Houve redução no item que analisa as internações em UTI e também em transmissibilidade, ou seja, há um maior controle do índice de transmissão da doença na região, conforme o COES.

A avaliação do ciretério de pacientes suspeitos se manteve no mesmo patamar da semana passada. O único item que apresentou uma piora foi o Evento Sentinela, que diz respeito sobre as mortes. Isso aponta que a Amauc teve mais óbitos na última semana. A pontuação final ficou em 2,750, ante 3,250 da semana anterior.

No histórico, depois de meses em situação grave, por duas semanas o Alto Uruguai aparecia no mapa de risco com a classificação alta, o que indicava uma melhora no quadro do coronavírus, mas logo na sequência regrediu para grave e, na semana passada, para gravíssimo.

No novo mapa de risco divulgado pelo Estado, das 16 regiões de saúde, 13 vão aparecer com a cor veremelha, ou seja, em situação gravíssima. Apenas três regiões aparecem com a cor laranja, ou seja, risco grave - além do Alto Uruguai, o Extremo Oeste e a Foz do Rio Itajaí.






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM