Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Coronavírus

Idosa de 100 anos vence a Covid-19 e tem alta do Hospital São Francisco

Ela ficou alguns dias na UTI.

Por Luan de Bortoli
13/01/2021 às 13h14 | Atualizada em 14/01/2021 - 07h42


Uma idosa de Concórdia é mais uma das quase 650 altas hospitalares registradas no Hospital São Francisco na ala do coronavírus. Mas ela também é mais do que um número. Dona Leonora Elma Port tem 100 anos e venceu a covid-19 em meio a uma pandemia sem precedentes. Os profissionais de saúde comemoram a vitória.

Leonora deu entrada no Hospital no fim do ano passado  e ficou internada na unidade por pelo menos dez dias. Conforme a médica infectologista e uma das resposnáveis pela ala da covid, a paciente de 100 anos também pássou pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um momento mais delicado do quadro, mas superou.

Agora, livre da doença e dos sintomas mais graves, dona Leonora deixa o hospital e volta para o aconchego da família como uma mostra de que é possível vencer a doença. A equipe da unidade de saúde comemorou essa alta em especial, já que idosos normalmente são as principais vítimas da covid-19.

Nota do Hospital

Nascida em 13 de novembro de 1920, no município de Taquara (RS), Leonora Elma Port não é uma mulher qualquer. Aos 100 anos, ela pode se orgulhar de ser a habitante mais velha de Concórdia a vencer a batalha contra o coronavírus. Após ficar internada no Hospital São Francisco por 10 dias, sendo sete na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Dona Leonora recebeu alta na manhã desta quarta-feira, dia 13, e agora faz parte do grupo de mais de 650 pessoas que venceram a doença.

Já no conforto de casa e recebida com todo amor e carinho pela família, Dona Leonora foi questionada sobre a sensação de vencer a Covid-19 aos 100 anos e a resposta, simples e direta: “Foi Deus”.  A idosa, com uma excelente memória, afirmou que não via a hora de poder voltar pra casa e que estava muito feliz.

Dona Leonora mora com o filho Bruno e a nora Ersi, que também venceram a doença, mas não precisaram ficar internados. Bruno contou que quando a mãe foi para a UTI, achou que ela não voltaria mais pra casa. “Foi uma bênção muito grande”, disse. Além disso, ele também agradeceu todos os profissionais do Hospital, pelo carinho e cuidado que tiveram com Dona Leonora. 

Para a médica infectologista e coordenadora da ala Covid, Dra. Clarissa Guedes, foi muito gratificante ver uma idosa de 100 anos vencer a doença e ir pra casa. Toda a equipe do Hospital São Francisco celebrou essa alta de uma maneira mais especial, já que os idosos têm sido as principais vítimas do coronavíru





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM