Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Saúde

Concórdia em alerta para possibilidade de epidemia de dengue, alerta vigilância

​Número de focos do mosquito da dengue aumenta 105% no município.

Por Luan de Bortoli
12/02/2021 às 06h30 | Atualizada em 12/02/2021 - 17h47


Mais que dobrou o número de focos do mosquito Aedes aegypti, que transmite doenças como dengue, chikungunya e zika, em Concórdia. O município tem, conforme o relatório divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE), 620 vetores do inseto. Os números são desta quinta-feira, dia 11.

No ano passado, neste mesmo período do ano, Concórdia apresentava cerca de 297 focos do mosquito. Ou seja, em 2021 o número deles aumentou 105% em relação ao mesmo período de 2020, conforme aponta levantamento realizou pela reportagem da emissora. Concórdia é o segundo município de Santa Catarina com mais focos, atrás apenas de Joinville.

Nesta semana, a Vigilância Epidemiológica registrou o primeiro caso suspeito da doença. Conforme a coordenador do Programa de Combate à Dengue de Concórdia, Mara Sampaio, é uma mulher, moradora do bairro Nações, que apresentou sintomas, fez exame no Hospital São Francisco com resultado positivo. Uma amostra foi enviada ao Laboratório Central e o resultado deve ser informado na próxima semana.

Conforme Mara, em entrevista à reportagem da Rural, Concórdia está em alerta para a possibilidade de ocorrência de uma epidemia de dengue pela grande quantidade de focos presentes no município. "A situação é bastante preocupante, ainda mais com o caso de chikungunya em Seara. Com a proximidade do município de Seara, temos grandes chances de haver casos em Concórdia".

"A gente fez todo o trabalho para tentar bloquear a reprodução do mosquito. Mutirão não estamos realizando porque gera aglomerações. Enquanto não houver conscientização da população, a gente não consegue mudar essa situação. É a mesma coisa do coronavírus, todos precisam fazer sua parte. Praticamente 100% dos bairros tem presença do mosquito. Nosso risco de ter epidemia de dengue é muito grande. O estado está preocupado, Concórdia está se desenhando epidemia de dengue".

Há focos do mosquito espalhados quase toda a cidade. Aproximadamente 20 bairros já tiveram registro de vetores. A maioria deles foi encontrada em armadilhas colocadas pela equipe de saúde. Concórdia é uma das cidades catarinenses classificadas como infestada pelo mosquito. Essa classificação foi feita ainda no ano de 2019 e está ativa desde então.

Dicas e orientações para lidar com a proliferação do mosquito

- Para se proteger de picadas de mosquito, use repelente.

- Manter a caixa d’agua com a tampa completamente vedada. Retire a água acumulada na laje.

– Bloqueie o cano de sustentação da antena parabólica para que não acumule água em seu interior.

– Mantenha as calhas para água desentupidas.

– Guarde pneus velhos e outros objetos que possam acumular água em locais secos e abrigados da chuva.

– Lave semanalmente, com escova, a parte interna dos tanques utilizados para armazenar água.

– Não use pratos nos vasos de plantas.

– coloque latas, tampas de garrafas, cascas de ovos e outras embalagens vazias em sacos plásticos bem fechados antes de descarta-los. Mantenha-os fora do alcance de animais até o recolhimento. Mantenha os ralos vedados e desentupidos.

–Troque, semanalmente, a água dos vasos com plantas aquáticas e lave a parte interna do vaso com escova.

– Trate a água de piscinas com cloro e limpe-as uma vez por semana. Utilizar uma capa como cobertura não impede os focos do mosquito.

– Plantas como bromélias devem ser evitadas porque acumulam água.

– Lave, com escova, os potes de comida e de água dos animais no mínimo duas vezes por semana.

– Elimine qualquer objeto que possa acumular água, como parte de garrafas de vidro utilizadas em cima de muros.


 





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM