OPINIÃO


PAULO GONÇALVES


Jornalista
Paulo Sérgio Gonçalves, radialista e jornalista. Formado em Letras Português/Inglês pela Unoesc/Joaçaba, Pós-graduado em Comunicação, Informação e Cultura pela UnC-Concórdia e formado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo pela UnC-Concórdia.





Violência nas escolas: Há muitas formas de mudar uma história


Ameaças de alunos preocupam autoridades

Adicionado em 18/07/2022 às 11:39:57

Invariavelmente ocorrem ameaças de alunos contra os próprios colegas e contra os professores. O problema é que, em algumas situações, essas ameaças se transformam em  realidade. São recorrentes os casos de violência nas escolas. Em alguns episódios essa violência extrema termina em morte e até mesmo em massacres.

As autoridades de segurança estão atentas e, até mesmo aqui na região, conseguiram neutralizar algumas ações, que surgiram em tons de ameaça.

É importante que os pais conversem com seus filhos repetidamente sobre  isso. Diálogo é imprescindível em todos os aspectos. Nunca se sabe o que pode estar ocorrendo, quais as amizades dessa criança ou adolescente e quais as circunstâncias  que podem levar esse jovem a cometer algo extremo.

Aos jovens que estejam propensos à prática de ameaça ou mesmo de praticarem algo mais grave,  não levem adiante esse tipo de plano. Há muitas formas de mudar o rumo de uma história e de uma vida. A melhor delas é praticar o bem. Quem sabe, participando de uma ação social. Muitas pessoas  precisam  de  um trabalho voluntário. É esse  tipo de prática que ajuda  a construir  um ser humano  de verdade.

Se olharmos ao redor, concluiremos que  é para isso que estamos aqui, ou  seja, para praticarmos o bem. Para errarmos também. O erro faz parte da nossa caminhada ,mas,  sobretudo, precisamos sempre corrigir nossas falhas. Antes de sermos grandes  profissionais que sejamos excelentes pessoas. Se efetivamente formos pessoas de bem, cedo  ou tarde, conquistaremos nossos objetivos.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR





VEJA TAMBÉM