OPINIÃO


SIMONE VIEIRA


Jornalista
Formada em Comunicação Social - Radialismo (Unoesc/Joaçaba). Formada em Jornalismo (UnC/Concórdia). Pós-Graduada em Análise, Escritura e Reescritura Textual (URI/Erechim). Pós-graduada em Marketing e Vendas pela FACC. Formada em Direito pela FACC.





Veto a bagagens gratuitas em voos


Presidência veta proposta que prevê bagagem gratuita

Adicionado em 15/06/2022 às 16:45:13

No final de maio, o Congresso havia aprovado a MP que versava sobre a proibição da cobrança para despachar as bagagens em voos. A volta do despacho de bagagem foi inclusa no texto da Medida Provisória (MP) 1089/2021, conhecida como MP do Voo Simples.
.
Há entendimento no governo de que o retorno a prática da gratuidade do serviço de despacho de bagagens poderia prejudicar a concorrência e inibir o ingresso de novas empresas áreas no país. 

Na MP havia dispositivo que previa o fim da cobrança de bagagens de até 23 quilos em voos nacionais e de uma mala de até 30 quilos em voos internacionais. Atualmente, as empresas aéreas cobram um valor à parte no preço da passagem pelas bagagens.

Ao anunciar o Veto, o Chefe do Poder Executivo afirmou que “a proposição aumentaria os custos dos serviços aéreos e o risco regulatório, aumentando o preço das passagens e tornando o mercado menos atrativo para as Companhias Aéreas”. 

A cobrança foi autorizada em 2016 através de Resolução da Agência Nacional de Aviação Civil. Agora os parlamentares ainda vão analisar se mantêm ou revogam a decisão de Jair Bolsonaro. 

E você caro leitor que costuma viajar, acredita haver um meio termo que possa ser justo para ambos os lados? 


Fonte: Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR





VEJA TAMBÉM