NOTÍCIAS



Estiagem

Estiagem histórica: ​Secretário de agricultura de Concórdia estima prejuízos de R$ 40 milhões


Mais de 180 propriedades recebem ajuda com cargas de água diariamente.

Por Luan de Bortoli
26/11/2020 às 06h11 | Atualizada em 27/11/2020 - 13h10
Compartilhar


Segue se agravando a situação da estiagem que atinge Concórdia. A pior crise hídrica dos últimos 15 anos tem deixado a região cada vez mais em estado de atenção. Três pontos de rios do município estão em situação de emergência, a pior na classificação de gravidade da Epagri/Ciram. Outro ponto está em situação de alerta, segunda pior na escala.

Mas essa situação pode ter uma rápida melhora. De hoje, quinta-feira, dia 26, até o início da próxima semana, há uma tendência de pancadas diárias de chuva, o que deve ajudar a dar um alento para a região urbana e ao interior de Concórdia. No entanto, os volumes esperados são baixos. A chuva deve ser isolada, atingindo apenas pontos do município.

Com a escassez dos últimos meses, sem chuva suficiente desde o ano passado, Concórdia já acumula um dos maiores prejuízos da história no campo. A estimativa mais recente, feita pelo secretário municipal de agricultura, Mauro Martini, é de mais de R$ 40 milhões de perdas nas lavouras. Há um mês, esse valor era de R$ 25 milhões.

Conforme um levantamento que Martini fez com os produtores e órgãos da região, a previsão é que as perdas no campo já passam de 70%. Não são dados oficiais, conforme ele, mas representam projeção da realidade. Já na produção de carne e leite, as perdas são de cerca de 20%. O secretário, que está na pasta de agricultura há quase três décadas, disse que nunca viu um quadro como o atual.

“O município de Concórdia enfrenta uma situação desesperadora. Nós estimamos uma perda para mais de R$ 45 milhões, entre produção de leite, milho, outros grãos e também na bovinocultura de corte. Então, essa estiagem, eu como servidor público há 26 anos, nunca passamos por uma situação como esta. A região enfrenta uma dificuldade muito grande”.

 


A situação gravíssima pela qual passa Concórdia é comprovada pela ajuda dada pela prefeitura a propriedades do interior. Desde o ano passado, a administração municipal tem levado água até algumas comunidades que mais têm sofrido com a escassez. E esta quantidade dobrou nos últimos dias, chegando a mais de 400 mil litros diários.

Conforme a prefeitura, são feitos até 50 pedidos de água por dia, sendo que a administração consegue realizar a entrega de cerca de 40 pedidos diários, entre 04h e 23h. Mais de 15 localidades que nunca haviam solicitado ajuda precisaram apoio nos últimos dias. Atualmente, conforme a equipe responsável, 180 propriedades têm recebido cargas de água, número recorde.




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM