Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Coronavírus

​Concórdia tem mais da metade da população completamente imunizada

92% da população vacinável está imunizada com uma dose.

Por Luan de Bortoli
04/10/2021 às 06h06 | Atualizada em 05/10/2021 - 15h26


Apesar de um bom avanço na vacinação em setembro, o nono mês do ano apresentou uma redução no número de vacinas contra a covid-19 aplicadas em Concórdia. Setembro se tornou o segundo mês com mais imunizantes administrados, com 18.219 doses aplicadas no município, cerca de seis mil a menos do que em agosto. Mas isso tá ligado também à redução de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde.

Concórdia terminou setembro  com 59.293 pessoas imunizadas com a primeira dose desde janeiro, apontou levantamento realizado pela reportagem da emissora. Isso representa 78,3% da população 75.683, conforme estimativa do IBGE, ou 92% da população vacinável (64.370) já recebeu a primeira dose. Somente no mês de setembro, foram administradas 4.799 doses referentes à primeira aplicação. 

Em relação ao grupo de totalmente imunizados, Concórdia terminou o nono mês do ano com 38.954 pessoas que receberam o reforço vacinal ou a dose única. Esse valor representa 51,5% da população total de Concórdia com a imunidade garantida, e 60,5% dos moradores vacináveis. Somente em agosto, foram aplicadas 13.229 doses do complemento necessário ou a dose única.

Em setembro, teve início uma nova etapa de vacinação contra a covid. É a aplicação da terceira dose em idosos e pessoas imunossuprimidas. Para este grupo, no mês anterior, foram administrados 191 imunizantes, o que representa 0,25 da população total de Concórdia.

O mês de setembro também foi marcado pela redução no número de doses de vacinas enviadas pelo governo federal. Conforme os dados divulgados pela prefeitura, no total, desde o início do ano, Concórdia recebeu 105.486 imunizantes da Pfizer, AstraZeneca/FioCruz, Coronavac e Janssen. Somente em setembro, o município foi contemplado com cerca de 19,7 mil, seis mil a menos do que em agosto.

Percentualmente, em relação à primeira dose apenas, Concórdia está a frente de cidades como Xanxerê, Joinville, Chapecó, Lages e Blumenau. No entanto, aparece atrás de outras, como Florianópolis, e de outros municípios do Alto Uruguai Catarinense, como Peritiba, Piratuba e Arabutã. 

Por divisão em grupos, a população prioritária que envolve trabalhadores da saúde, idosos institucionalizados, segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, professores, moradores de rua, doentes crônicos, gestantes, puérperas, lactantes, deficientes, motoristas, trabalhadores da limpeza, privados de liberdade e trabalhadores da indústria, atingiu aproximadamente 13 mil vacinados. Já por faixa etária, de 18 até acima de 90 anos, são quase 43 mil, além de 2,3 mil adolescentes.

A expectativa para outubro é mais uma estabilidade na vacinação. O governo federal deve repassar aproximadamente 70 milhões de doses, parecido com a quantidade enviada em setembro. No entanto, a maior parte das vacinas deve ser para segunda aplicação e reforço. Ou seja, terá um avanço maior o número de pessoas completamente imunizadas e menor o da população com a primeira dose.
 
Quer receber nossas notícias em primeira mão? Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp clicando aqui e receba as principais matérias do dia para ficar sempre bem informado com os acontecimentos da cidade e região. Te convidamos também para nos seguir no Instagram através do @radioruralconcordia e acompanhar os bastidores da Rádio, com conteúdos exclusivos de vídeos e imagens.


 





01 COMENTÁRIO - Deixe também o seu Comentário



Lia comentou em 04/10/2021 as 22:50:12
Queridos jornalistas, busquem se informar !!! A palavra IMUNIZADOS não pode ser usada! A vacina NÃO IMUNIZA!




VEJA TAMBÉM