Rádio 96 FM

NOTÍCIAS


Coronavírus

ALERTA: Procura da vacina contra a covid está muito abaixo do esperado em Concórdia

Busca por atendimentos de covid já supera os de dengue.

Por Luan de Bortoli
19/05/2022 às 06h59 | Atualizada em 19/05/2022 - 09h03


Continua fraca a busca pela vacinação contra a covid-19 em Concórdia. O município já aplica até a quarta etapa da imunização que protege contra o coronavírus, mas a procura está longe do ideal, especialmente no que diz respeito à terceira e quarta doses. Isso coincide com o aumento de casos da doença no município.

Apenas 64% do grupo de adultos que já poderiam estar vacinados com a terceira dose fizeram o primeiro reforço. Isto é, até agora, aproximadamente 37 mil pessoas estão com a terceira dose em dia, de um total de cerca de 57 mil que poderiam ter se vacinado nesta fase. Ou seja, cerca de 20 mil moradores ainda não procuraram a terceira dose.

Já em relação à quarta etapa, os números também deixa a desejar. Até agora, aproximadamente 35% da quantidade já autorizada se vacinou. Isso quer dizer que das pouco mais de 5.200 pessoas que já poderiam estar com a quarta dose, apenas cerca de 1800 se vacinaram. Nesta fase, podem ser imunizados os idosos com 70 anos ou mais.

Conforme dados da equipe de saúde, em relação ao percentual total, até o início desta semana, cerca de 56% da população acima de 12 anos já recebeu a terceira dose. Esta quantidade está crescendo de forma bastante lenta. Em entrevista à reportagem da emissora nesta quinta-feira, dia 18, a secretária de saúde de Concórdia, Leide Mara Bender, manifestou preocupação, destacando baixa procura também pelas crianças.

"Temos observado nas últimas semanas aumento no número de pessoas positivadas com covid. Inclusive, no Guilherme Reich a maior procura tem sido por doenças respiratórias e covid, e não mais dengue. Um dado que tem nos preocupado é de crianças. Temos, de 5 a 11 anos, a primeira dose, 81% da meta. E segunda dose, apenas 25% retornaram", aponta ela.

"Temos dados do hospital, que temos grande número de internações de crianças com problemas respiratórios. A gente reforça para que os pais levem os filhos pra vacinar. Covid é algo que dá pra previnir. Mesmo positivando, os sintomas serão menores com a vacina", reforça a secretária.

Este cenário também é observado em Santa Catarina. O Estado, que sempre figurava entre aqueles que mais aplicavam vacinas até a segunda dose, agora está entre os que têm menor quantidade de pessoas com a terceira dose. Apenas 33% da população está com o reforço em dia.

Já em relação às primeiras etapas da vacinação em Concórdia, o município alcançou nesta semana aproximadamente 87% da população total ou 93% do grupo vacinável com as duas primeiras doses. E cerca de 95% de toda a população concordiense recebeu a primeira etapa de imunização.
 
Quer receber nossas notícias em primeira mão? Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp clicando aqui e receba as principais matérias do dia para ficar sempre bem informado com os acontecimentos da cidade e região. Te convidamos também para nos seguir no Instagram através do @radioruralconcordia e acompanhar os bastidores da Rádio, com conteúdos exclusivos de vídeos e imagens.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM