NOTÍCIAS



Região

Tragédia na BR-282: empresa de motorista de Concórdia será processada


Família da outra vítima vai acionar a Justiça.

Por Luan de Bortoli
25/06/2022 às 06h22 | Atualizada em 27/06/2022 - 08h17
Compartilhar


O acidente ocorrido em Ponte Serrada na manhã de terça-feira (21), volta a estar em pauta. Agora, por uma decisão da família de Clauvir Stedile, condutor do caminhão de combustíveis, haverá um processo na Justiça contra a empresa que empregava a outra vítima fatal do acidente, o motorista do caminhão de frios Paulo Antônio Moresco, morador de Concórdia.

Esta informação foi obtida com exclusividade pelo ClicRDC na manhã desta sexta-feira (24), por um familiar de Paulo, que mora no estado de Goiás, e entrou em contato com a reportagem. Segundo a fonte, a família de Clauvir entrará com a contestação pois Paulo invadiu a contramão quando foi desviar do buraco que havia na pista.

No entanto, segundo o familiar de Paulo, o condutor desviou do buraco com uma velocidade de 60km/h, dentro do permitido para a via, enquanto Clauvir vinha acima da velocidade máxima permitida de 80km/h. A família do condutor do caminhão de combustíveis pedirá a empresa de Paulo no processo uma indenização monetária.

O acidente

Duas pessoas morreram em um grave acidente por volta das 8h30 da manhã desta terça-feira, dia 21, na BR-282 em Ponte Serrada, no Oeste de Santa Catarina. A colisão envolveu uma carreta e um caminhão-tanque, que transportava combustível.

O acidente ocorreu no Km 455 da rodovia. O acidente ocorreu em um trecho entre o município de Ponte Serrada e o trevão de Irani, a cerca de 15 quilômetros da cidade.

Várias viaturas do Corpo de Bombeiros, Samu, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e até da Defesa Civil foram acionadas para a ocorrência. O caminhão-tanque estaria carregado de óleo dieses.

Segundo entrevista do Policial Penal Fernando Soave ao jornalismo da Radio Oeste Capital, o motorista de uma carreta de combustível trafegava pela BR-282, quando desviou de um buraco na pista e colidiu frontalmente contra uma carreta de câmara fria que fazia o sentido contrário. Os dois condutores morreram na hora.

O corpo do motorista com caminhão de câmara fria foi ejetado para fora do veículo e posteriormente foi recolhido pelo Samu. Já o corpo do outro condutor, permanece dentro do veículo que transportava combustível. A carreta frigorífica é de Concórdia e o caminhão de combustível tem placas de Araucária-PR..

Houve uma microexplosão no local, o Corpo de Bombeiros está fazendo o combate das chamas que já se espalharam pela vegetação. Estão sendo utilizados quatro caminhões tanque. O trânsito segue bloqueado nos dois sentidos, somente viaturas e ambulâncias tem passagem autorizada no local.

Uma das vítimas foi um caminhoneiro de Concórdia, Paulo Antônio Moresco, de 54 anos. O outro motorista era de Chapecó. A confirmação foi feita pela Polícia Rodoviaria Federal e familiares no início da tarde. A BR 282 foi liberada e filas enormes nos dois sentidos foram registradas. 


Fonte: CLIC RDC




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM