NOTÍCIAS



Especial

CONCÓRDIA DO SÉCULO XXI



Por Lucas Villiger
30/07/2022 às 13h57 | Atualizada em 31/07/2022 - 10h33
Compartilhar


Num dos meus primeiros artigos aqui nesse importante canal de comunicação, abordei o tema sobre smart city, as cidades inteligentes. Um ecossistema urbano, inovador, caracterizado pelo amplo uso de tecnologias na gestão de seus recursos e infraestrutura, onde os melhores gestores ao longo dos anos buscam fazer bom uso dos recursos especialmente os públicos, recursos que podem tornar melhor a vida dos cidadãos. 

O Brasil tem trinta grandes cidades classificadas como inteligentes e de acordo com o ranking geral da Connected Smart Cities, as cinco que se destacam são, a líder do ranking nacional, São Paulo, a vice líder Florianópolis e na sequência, Curitiba, Brasília e Vitória, observando nessa mesma sequência  a ordem de classificação.  Seguindo uma cadeia natural e  buscando figurar no ranking top 10 de cidades Catarinenses inteligentes, humanas e sustentáveis, a nossa Concórdia apresenta alguns resultados bem significativos na faixa das cidades de 50 a 100 mil habitantes.

Segundo a Urban Systems,  em parceria com a Necta que mapeou  677 municípios nessa faixa de habitantes e observando aproximadamente 75 indicadores, a cidade de Concórdia quando comparada a nível de Santa Catarina apresenta no eixo educação a 2ª colocação, no eixo economia a 3ª colocação, no eixo mobilidade urbana a 2ª colocação e no eixo empreendedorismo a 2ª colocação, mantendo com isso a 16ª posição no ranking Catarinense e a 41ª posição quando a comparação é feita nos três estados que formam a região sul do Brasil.

Verdade que nos outros quesitos ainda tem muito a ser conquistado com relação a evolução necessária, não apenas para figurar numa melhor posição de um ranking, mas essencialmente para que a rotina de vida dos cidadãos daqui seja cada vez melhor e com mais qualidade. Nossa Concórdia do século XXI, que é um  polo industrial, rica em seu comércio, bem servida no setor de serviços com destaque para a tecnologia, teve um exponencial aumento na sua população que é naturalmente consumista, agravando dessa forma um problema bastante característico em decorrência deste crescimento, o lixo urbano.

Além de aumentar a geração de resíduos, surgem  subproblemas como a separação seletiva, o descarte e a destinação adequada. Uma gestão específica para um destino mais adequado dos resíduos do lixo é o grande desafio do século para todo o planeta e Concórdia pode ser um bom exemplo, aprimorando o planejamento público de limpeza urbana, estruturando os aterros para o descarte mais apropriado, orientando a destinação do que pode e deve ser reciclado, criando um incentivo mais efetivo a empreendedores através de projetos de inovação para novos negócios da reciclagem e especialmente a educação ambiental mais presente, com ações de aculturamento para hábitos corretos de toda a cadeia que produz resíduos, só assim poderemos dirimir esse que é um dos grandes problemas para o futuro. 

Ampliar a sua conectividade em busca de soluções inteligentes para um equilibrado desenvolvimento é um dos atributos das Smart Cities e que deve figurar como um dos principais propósitos dos gestores ao construir  uma Concórdia viável. 


CONSULTORIA EMPRESARIAL GRIGOLLO CONSULTING


Fonte: LAERCIO GRIGOLLO - Privacy and Data Protection Níveis Essentials & Foundation




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM