NOTÍCIAS



Saúde

Concórdia deixa a classificação de epidemia de dengue, mas alerta continua


Município fará mutirão contra o Aedes aegypti.

Por Luan de Bortoli
09/08/2022 às 06h16 | Atualizada em 09/08/2022 - 16h04
Compartilhar


O grupo de trabalho de coordenação de ações de enfrentamento da dengue de Concórdia se reuniu na última semana para dar novos encaminhamentos sobre as medidas contínuas de prevenção da doença e erradicação do mosquito, marcando um novo mutirão para o próximo dia 20 de agosto. A mobilização deve acontecer nos bairros Vista Alegre, Bom Pastor, Primavera, Bela Vista e Vila União.

Entidades representativas de Concórdia estão sendo convidadas para participar da ação, a exemplo do que ocorreu em outros mutirões. A ação da próxima semana será de fiscalização e limpeza, com a presença de fiscais com poder de autuação e demais voluntários para vistoriar as residências e terrenos baldios. As visitas começarão a partir das 7h, com concentração das equipes na praça do bairro Vista Alegre.

As entidades deverão confirmar a participação, com o envio da lista dos membros participantes, até o dia 15 de agosto, ao grupo de trabalho. A secretária de saúde de Concórdia, Leide Mara Bender, explica que o foco da ação já é pensando no verão, para evitar que a situação grave vivida no início deste ano volte a repetir quando as temperaturas altas retornarem.

"A dengue é uma situçação permanente que a gente tem, então a gente não pode, mesmo no inverno, relaxar com os cuidados. Mesmo agora os casos tendo diminuído, no verão vão voltar com força total. A gente tem que adotar isso pra sempre em nossa vida, e não deixar água armazenada. Se todo mundo destinar dez minutos por semana, tenho certeza que vamos diminuir os casos".

Na entrevista à emissora, a secretária também informa que Concórdia deixou a classificação de epidemia de dengue. "A gente tem visto que no Estado de Santa Catarina, nós temos mais de 70 municípios em situação de epidemia, e todos eles aqui no Oeste. Concórdia saiu da situação de epidemia na semana passada. Mas se a gente relaxar nos cuidados, nos vamos voltar", alerta ela.

Este é o ano com a pior situação epidemiológica da dengue em toda sua história. Até agora, Concórdia tem aproximadamente 900 focos do mosquito Aedes aegypti. Além disso, em 2022 já foram confirmados mais de 5,1 mil casos da doença, com três mortes registradas em decorrência da contaminação.

A Administração Municipal, juntamente com a sociedade civil, atua continuamente no trabalho de prevenção e combate à dengue, mesmo no inverno, quando a incidência de casos é menor, por conta da diminuição do mosquito transmissor. Inclusive foi lançada no mês de junho a campanha de combate à dengue no inverno, sob o argumento de que o trabalho deve ocorrer o ano inteiro. A intenção é conscientizar a população de que a dengue veio para ficar, por isso os cuidados devem ser permanentes.
 
Quer receber nossas notícias em primeira mão? Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp clicando aqui e receba as principais matérias do dia para ficar sempre bem informado com os acontecimentos da cidade e região. Te convidamos também para nos seguir no Instagram através do @radioruralconcordia e acompanhar os bastidores da Rádio, com conteúdos exclusivos de vídeos e imagens.




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM