NOTÍCIAS



Estado

Em reunião, Sopelsa reforça continuidade de ações


Governador interino se reuniu com a equipe na segunda-feira.

Por Luan de Bortoli
07/09/2022 às 06h28 | Atualizada em 08/09/2022 - 07h39
Compartilhar


O alinhamento e o compromisso em dar continuidade às ações em andamento no Estado deram o tom da reunião do governador em exercício, Moacir Sopelsa, com o colegiado pleno, composto por todos secretários e integrantes do primeiro escalão, na manhã desta segunda-feira, 05, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis. 

“Tive a oportunidade de conhecer um pouco mais toda equipe de secretários e tomar conhecimento de ações que estão sendo realizadas pelo Governo do Estado. Nosso compromisso é para que os serviços continuem e de fazer as coisas acontecer como vinham sendo realizadas. Vamos respeitar todos os projetos em andamento e levar o estado com transparência e pensar nas pessoas como foi até agora. Solicitei aos secretários que a missão de desenvolver o estado siga”, reforçou Sopelsa.

No encontro, o secretário de Estado da Saúde, Aldo Baptista Neto, apresentou um panorama geral e das ações realizadas durante a vigência do decreto de situação de emergência, que vigorou de 3 de junho a 3 de setembro. O sistema de saúde enfrenta, simultaneamente, o maior número de casos de dengue da história, a Covid-19 e uma explosão das doenças respiratórias, reforçadas pela baixa cobertura vacinal. Isso causou um tensionamento na saúde, principalmente na rede de UTI e pediátrica e neonatal. 

Neto destacou que o Estado imediatamente injetou recursos no enfrentamento da crise. Os municípios receberam R$ 30 milhões para reforçar e ampliar a atenção primária e foi desencadeada uma campanha de multivacinação. Houve a criação de 104 leitos de UTI neonatais, pediátricos e intermediários. 

O secretário também destacou a pactuação, com 173 hospitais do Estado, da realização de 25 mil cirurgias eletivas por mês. Com isso, será possível zerar a fila de espera de pacientes que entraram no sistema até dezembro de 2021, restando apenas os casos de 2022. Antes da pandemia, eram realizadas em média 12,2 mil cirurgias por mês; em agosto, foram 18 mil. 

O panorama das obras de implantação, ampliação e de recuperação de rodovias foi apresentado a Sopelsa pelo secretário de infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, detalhando os investimentos em estradas estaduais, federais e municipais. 

O fortalecimento da aviação regional também foi citado, com a retomada de voos em seis aeroportos antes desativados e o incentivo às companhias aéreas mediante redução do ICMS sobre o querosene.




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM