NOTÍCIAS



Polícia

Segundo homicídio de 2023 é registrado em Concórdia


O Crime ocorreu no Bairro Imperial. Autor foi preso pela PM no centro da cidade.

Por Serginho Priman
11/01/2023 às 21h36 | Atualizada em 13/01/2023 - 09h30
Compartilhar


Na noite desta quarta-feira, 11, o Corpo de Bombeiros Voluntários de Concórdia foi acionado para atender a uma agressão registrada na Rua Gilson Gilmar Ghidorsi, Bairro Imperial. Chegando no local, os socorristas constataram que um homem havia sido esfaqueado e já estava sem sinais vitais.

Segundo informações repassadas por testemunhas, a vítima veio do meio do mato gritando e pedindo por socorro.  Atrás dele veio o suspeito que o esfaqueou na frente de uma residência. Segundo uma testemunha que viu a cena, a vítima pediu ajuda a ela que, por sua vez, gritou para outra pessoa que estava dentro da residência. Esta então acendeu a luz da garagem, momento em que o suspeito, segundo a testemunha, cortou o pescoço da vítima, que veio a óbito no local. O autor fugiu em direção oposta de onde os dois haviam se deslocado. A rua Gilson Gilmar Ghidorsi fica acima do mercado Imperial.

A Polícia Militar realizou um cerco no local com várias viaturas com a intenção de localizar o autor do crime. A vítima foi identificada como Bruno Romão dos Santos, de 24 anos. O local foi isolado pelos bombeiros que esperam a Polícia Cientifica. A vítima apresentava ferimentos no peito, abdômen e no pescoço.  Este é o segundo homicídio cometido em Concórdia neste ano.

Após investigação e diligências por parte da Polícia Militar, o suspeito foi preso próximo da BRF no centro de Concórdia, tomando cerveja próximo a um bar. Ele não resistiu a prisão e ainda tinha marcas de sangue pelo corpo. O mesmo foi conduzido até a central de Polícia onde foi efetuado o flagrante e explicado os motivos do crime. Mesmo tendo sido reconhecido, por uma testemunha, o suspeito preferiu não se pronunciar diante da autoridade policial.

Conforme informações da companheira da vítima, ele era de uma cidade do Estado de Alagoas e trabalhava na empresa BRF. Contou ainda que os dois estavam namorando há aproximadamente dois meses e o suspeito do crime era seu ex-companheiro. 
Quer receber nossas notícias em primeira mão? Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp clicando aqui e receba as principais matérias do dia para ficar sempre bem informado com os acontecimentos da cidade e região. Te convidamos também para nos seguir no Instagram através do @radioruralconcordia e acompanhar os bastidores da Rádio, com conteúdos exclusivos de vídeos e imagens.






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM